A parte mais difícil da distância

Que morar fora não é só maravilhas você já sabe, mas qual é a parte mais difícil para você?

Boa parte dos leitores que me escrevem, das pessoas com quem convivi durante minha experiência fora do Brasil e dos meus clientes, falam que, a pior parte é a distância das pessoas que amamos.

Na minha opinião, coisas diferentes nos afetam em diferentes momentos, com maior ou menor intensidade. E essa época do ano…

Não se trata de como suportar a saudade de casa, mas como a gente aprende a conviver e se relacionar com as pessoas queridas quando estamos tão, tão distantes.

É necessário se reinventar, aprender a se relacionar de uma nova forma.

Hoje estamos acostumados a interagir virtualmente, mas tem horas que a ligações, áudio, mensagens, chamadas de vídeo, parecem não dar conta! Tudo o que você quer é o cheiro, o colo, o abraço…

Recentemente acompanhamos uma grande tragédia, que foi a queda do avião que levava a equipe do Chapecoense, reportes, assistentes e tripulação, muitas pessoas, que se despediram da vida de forma precoce , de uma vez.

Esses incidentes nos causam comoção, nos mobilizam muito, nos fazem relembrar da brevidade e fragilidade da vida e nos aproximam das pessoas que amamos.

Amigos mandam mensagens marcando encontros, nos lembramos de declarar o nosso amor para nossas pessoas queridas e imaginamos que poderia ser um de nós, ou alguém próximo.

E dói, dói muito, é muito difícil, principalmente quando sabemos que estamos longe do abraço, quando não temos certeza de quando veremos e se veremos de novo aquela pessoa.

A maior distância que existe é a que a palavra é incapaz de alcançar. É aquele espaço que só cabe o silêncio e a Emoção.

E o que fazer nessas situações?

A pergunta é, o que te conecta com essas pessoas? O que faz com que elas sejam importantes para você? e como você tem demonstrado e vivido isso?

É possível estar ao lado de alguém e ao mesmo tempo distante, da mesma forma se pode estar a quilômetros de distância e ser presente.

O amor é o que nos conecta uns aos outros, e tem um sinal muito mais forte que qualquer WiFi!

O que nos conecta com as pessoas verdadeiramente são nossas histórias, nossos sentimentos, tudo o que vivemos, o que está conosco em nossa memória, jeito, DNA, risada e choro. Aquilo que está dentro de você!

É claro que não é a mesma coisa, mas é o caminho real! Viva todas as possibilidades de estar perto, mesmo estando longe, sempre que isso te fizer falta! Vibre toda sua energia e amor para que você possa se sentir mais próximo e para que sintam o mesmo.

Programe a próxima visita, sempre que possível!

Não tem formula mágica para lidar com isso, nem posso fazer uma listinha de 8 coisas para superar a distancia, o pó de pirlimpimpim ainda não é vendido por ai e a maquina de teletransporte só existe nos filmes.

Então encare amorosamente a sua realidade, e pare de brigar com ela. Faça com que a distância seja apenas um espaço físico!

Aguenta firme! Porque não é sempre fácil, dias sim, dias não!

Conta pra mim, o que é mais difícil para você nessa experiência muito louca de viver longe de todos e perto dos seus sonhos e escolhas?

Compartilhe esse espaço de estarmos mais próximos do que somos e do que queremos ser!

Quero te ajudar!

 

Gratidão,

forte abraço (pra sentir na costela)

Luana Cezar

Coach e Psicóloga de Brasileiros pelo mundo!

VEJA TAMBÉM:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *