Aquilo que você não conta para ninguém sobre morar fora do Brasil!

Aí você decide morar fora do Brasil, E Paah!!

(\____/)
( ͡ ⚫ ʖ͡⚫)
..\ ☞ \ ☞.. VIRA A PESSOA MAIS CORAJOSA DO MUNDO!

Todo mundo admira a sua determinação e coragem,  e fica um pouquinho constrangedor admitir que você está na verdade, na verdade.. A.PA.VO.RA.DO, morrendo de medo… Me pergunta como eu sei?

Começou aí a série “eu só omito, não minto” da sua viagem… A coisa vai piorando com o tempo…

Fala pra mim, quantas vezes você falou com sua família,  ” oi mãe,  tô ótima,  aqui é maravilhoso,  claro tô adorando..” desligou o telefone, apertou o travesseiro contra o rosto, e chorou copiosamente, imaginando um cafune dela…

Ou nem teve tempo pra chorar com o travesseiro, só ligou de volta o aspirador de pó enquanto as lágrimas rolavam no seu rosto…

E quando seus amigos falam com você em um dia comum, querendo saber qual foi a sua grande aventura hoje, que castelo você visitou,  que comidas exóticas você comeu,  que celebridade de Hollywood você cruzou na esquina, e você se sente um… (complete com seu adjetivo favorito) porque ainda nem tirou o pijama, o dia está bem cinza lá fora, e você começa a sentir falta até do seu ex-trabalho chato que não aguentava mais, ou das brigas com seu irmão…

Você se sente responsável por sua decisão, (bem que fulano me falou que eu estava doida, quando decidi sair do Brasil,  mas eu não ouvi, burra!) esse é o peso de tomar uma grande decisão e fazer uma grande mudança na vida sozinha, as coisas boas, ual.. PARABÉNS,  mas as ruins…

É solitário as vezes, você não quer decepcionar as pessoas que estão super empolgadas e te admirando por suas realizações (e aí, já tá falando inglês fluente??)

Outra coisa que você não quer é que se preocupem com você, afinal a culpa é sua, então quando você está muito mal, evita o Skype,  fala rapidinho no telefone porque está “ocupada” e tá tudo bem, o que os olhos não vêem o coração não sente, não é mesmo?

Se já é difícil lidar com as nossas próprias expectativas, imagina só se você tentar atender as expectativas do mundo inteiro??  Imaginou.. Acho que talvez você já saiba… Tenho essa impressão…

Ok, PARE aqui, respira comigo.. Respirou?

Agora eu vou te contar algumas coisinhas e te dar umas permissões:

1- você não é obrigado a atender as expectativas alheias

2- você pode ter dias comuns, dias chatos, dias de muito trabalho e cansativos, dias tristes, você só mudou de País,  não virou um herói de história em quadrinhos!

3- viver fora não é sua Culpa! Apaga a palavra culpa, viver fora é sua ESCOLHA! Você pode se arrepender e querer voltar em um dia e no dia seguinte morrer de amores pelo seu novo País,  e tá tudo bem!

4- sua vida não precisa ser aventura, glamour, e viagens fantásticas todos os dias, a vida fora do País é vida normal,  só que em outro País! Ou por acaso quando você morava no Brasil era assim??

5- você pode e deve ser HONESTO, primeiro com você mesmo, talvez seu sonho fosse muito cor de rosa e a realidade seja um pouco menos colorida, mas é Real!!!  Você está vivendo isso, então viva, os dias bons e os ruins também oras! E seja honesto com sua família e amigos,  você não precisa ficar sustentando a fantasia de ninguém de que sua vida é um filme!  É legal as pessoas saberem o que você está vivendo de verdade.

Viva um história REAL, é muito difícil viver de “faz de conta que viver na gringa é só alegria” e é solitário, mas também é Elegível,  você escolhe viver assim, ou não!

Isso vai diminuir a distância entre você e as pessoas queridas que ficaram no Brasil, por que você pode dividir! Igualzinho fazia aqui… ou se não fazia, e isso te faz falta, comece agora!

E aí? Vida real ou faz de conta?

Me conta aqui, o que você tem sofrido calado!!! Escreve para mim sobre o que você sente, as coisas boas e ruins que não consegue dividir, juro guardar segredo! E quem sabe, não tem um montão de pessoas passando pelos mesmos perrengues que você e juntos podemos ajudar outras pessoas!
Você vai me deixar muito feliz com o seu comentário!

Curte, compartilha, comenta!!! Me manda seu e-mail, para eu te manter atualizado tá!

Com toda minha gratidão!

Luana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *